Av. Dr. Moraes Salles, 2655
CEP: 13092-112
Campinas – SP
Tel: (19) 32547378
Horário de atendimento:
seg. a sex. das 8h00 às 17h00
E-mail | Veja o mapa

Abdominoplastia pós Cirurgia Bariátrica

A abdominoplastia pós cirurgia bariátrica é a cirurgia realizada na região do abdome para melhora do contorno corporal e da tenacidade da musculatura abdominal, e alguns casos pode-se realizar também o tratamento de hérnias incisionais que ocorreram após a primeira cirurgia

A cirurgia plástica abdominal promove a retirada do excesso de pele e gordura, porém os pacientes necessitam estar com o peso estável por pelo menos seis meses antes de qualquer procedimento.

Perguntas Mais Frequentes

Quantos quilos vou emagrecer com a plástica abdominal?

Sendo uma cirurgia que retira determinada quantidade de pele e gordura, evidentemente haverá uma redução no peso corporal, que varia de acordo com o volume do abdome de cada paciente. Não são, entretanto, os “quilos” retirados que definirão o resultado estético, mas sim as proporções que o abdome manterá com o restante do tronco e os membros.

A maioria das mulheres apresenta certa “flacidez” do abdome após um ou vários partos, com predominância de pele sobre a quantidade de gordura localizada na região. Estes casos são mais favoráveis.

Se o paciente está com o peso acima do normal, o resultado também será compensatório e proporcional ao restante do corpo; entretanto, vale a pena lembrar que “excesso de gordura” em outras regiões vizinhas do abdome ainda existirão, o que nos leva a aconselhar àquelas que assim se apresentem a prosseguir com um tratamento complementar, seja por lipoaspiração ou mesmo clínico/fisioterápico, para equilibrar as diversas partes entre si.

A diástase da musculatura abdominal (aquele abaulamento na região central do abdome) é tratada simultaneamente à cirurgia da dermolipectomia abdominal.

Como ficarão as cicatrizes?

A cicatriz resultante de uma dermolipectomia localiza-se horizontalmente logo acima da implantação dos pêlos pubianos, prolongando-se lateralmente em maior ou menor extensão, dependendo do volume do abdome a ser corrigido. A cicatriz mediana é necessária em casos com grande excesso de pele e gordura, a associação das cicatrizes horizontal e mediana é denominada "ancora". Estas cicatrizes passarão por vários períodos de evolução.

A dermolipectomia abdominal corrige o excesso de gordura sobre a região do estômago?

Nem sempre. Isto depende do seu tipo de tronco (conjunto tórax + abdome). Se ele for do tipo curto, será corrigido parcialmente. Sendo do tipo longo, o resultado será mais favorável. Também tem grande importância, sob este aspecto, a espessura do panículo adiposo (espessura da gordura) que reveste essa área do corpo.